Segunda, 21 de Setembro de 2020
COVID-19
Viúva de vítima de Covid-19 relata descaso do Hospital de Campanha de Feira de Santana
Imagem: reprodução // prefeitura FSA
Publicado em 19/06/2020

A costureira Marlene Machado, de 55 anos, fez um desabafo sobre a morte do seu marido, o aposentado Venâncio dos Santos Filho, de 56 anos, vítima do novo coronavírus. Durante o internamento da vítima no Hospital de Campanha da Covid-19 em Feira de Santana, ela divulgou na imprensa um vídeo onde o marido, que era hipertenso, diabético e asmático, denunciava falta de medicamentos. Durante o internamento, a nora de Venâncio, Jamyle Neves, informou que a demora na realização da diálise acabou agravando o estado de saúde do paciente, que morreu nesta quinta-feira (18).

Revoltada, a viúva desabafou: "ele internou no domingo e ficou até quinta. Ele era hipertenso, asmático, e o aparelho nunca chegava. E quando chegou não tinha técnico para operar. Esperou muito tempo e os rins dele estavam em estado crítico. Eles falaram que iam comerçar a fazer diálise em um dia, e no outro dia era a mesma coisa". Marlene Machado, que também contraiu o coronavírus, se recupera em casa.

À época da denúncia, prefeitura de Feira de Santana foi procurada pela reportagem e informou que Venâncio chegou ao hospital "sem intercorrências clínicas ou respiratórias, sendo prescrito a continuidade do tratamento medicamentoso regular nos casos como o do paciente". Informou ainda que "os antibioticoterápicos citados pelo paciente (azitromicina e ceftriaxona) possuem horários definidos para administração, estando aprazados para as 22h de hoje. Do ponto de vista clínico, o paciente está estável e todos os esforços clínicos estão sendo envidados para que haja a sua recuperação plena".

Por: Redação BNews
Comentários
veja também
Rede News Online 2011 - 2020 © Todos os direitos reservados - Sistema de reprodução de conteúdos