Segunda, 21 de Setembro de 2020
Feira de Santana
Feira: Zé Neto diz que rompimento de Targino "enfraquece" base governista e vê omissão de Zé Ronaldo
Imagem: Vagner Souza/BNews
Publicado em 06/08/2020

Pré-candidato à Prefeitura de Feira de Santana pelo PT, o deputado federal Zé Neto vê o movimento de rompimento de Targino Machado (DEM), que declarou apoio ao postulante do Podemos, Carlos Geílson, como uma "fratura" na base governista, liderada pelo ex-prefeito José Ronaldo (DEM)).

Para Zé Neto, o apoio de Targino, que não teve apoio do DEM para se candidatar nem foi autorizado pela sigla a se filiar ao PTB, "enfraquece" o "lado de lá".

"Enfraquece ainda mais o campo governista, é mais uma deflexão [...] essa desarmonia, pra mim, fragiliza o lado de lá", analisou o petista em conversa com o BNews. Ele lembra a debandada de outros nomes como o vereador Roberto Tourinho pré-candidato pelo PSB, e da deputada Dayane Pimentel (PSL).

O parlamentar vê omissão do ex-prefeito José Ronaldo (DEM), que deixou o cargo em 2018 para concorrer ao governo da Bahia, cedendo espaço ao então vice e atual prefeito Colbet Martins (MDB). "Até agora não se manifestou de forma contundente", observa.

Com o apoio do PDT, PCdoB, PP e Avante, o pré-candidato petista vê no tempo de TV uma importante arma na disputa pelo pleito. O sinal digital, segundo o deputado, será um marco nesta eleição, principalmente em tempos de distanciamento social em virtude da pandemia de Covid-19.

Ele garantiu que manterá uma relação "respeitosa" com o ex-deputado Carlos Geílson, que é da base do governador Rui Costa, enquanto aguarda o resultado das convenções para definir a chapa para disputar a Prefeitura.

Por: Luiz Felipe Fernandez
Comentários
veja também
Rede News Online 2011 - 2020 © Todos os direitos reservados - Sistema de reprodução de conteúdos